Alertas

Termoventilador de parede: não confunda com ar condicionado

27 janeiro 2017
termoventilador de parede não é ar condicionado

27 janeiro 2017
Os termoventiladores de parede parecem unidades interiores de ar condicionado, mas s estão a anos-luz da eficiência de um ar condicionado.

Parece ficção, mas a verdade é que temos encontrado muitos destes equipamentos anunciados como ar condicionado. Quase sempre a um preço imbatível e, por vezes, junto a aparelhos de ar condicionado tradicionais. Usam até termos como "split" e "mural", que normalmente encontramos nas embalagens de ar condicionado. 

Os termoventiladores de parede (convencionais ou cerâmicos) copiam o aspeto das unidades interiores de ar condicionado, mas, por dentro, são exatamente iguais aos termoventiladores de chão que testámos. Aquecem o ar no inverno. No verão, limitam-se a ventilar o ar, como faz uma ventoinha. É falso que arrefeçam o ar, como garantem a publicidade e algumas lojas online. 

Antes de avançar para compra, verifique no nosso simulador se este é tipo de aquecimento que mais lhe convém. A ferramenta tem em conta os custos de aquisição, de instalação e de manutenção e ainda o consumo de energia de cada solução.

Só o ar condicionado consegue arrefecer o ar. Para acabar com a confusão entre este sistema de aquecimento e os termoventiladores de parede, o ar condicionado é sempre composto por, pelo menos, duas unidades: uma interior e uma exterior. O preço varia consoante a potência do aparelho, a marca, a tecnologia do compressor e as funções adicionais (por exemplo, programação diária e semanal). Mas uma unidade de 2,5 kW oscila entre os € 400 e os 1 800 euros. A sua instalação tem de ser feita por uma empresa certificada.

Em cima, um termoventilador de parede. Em baixo, a unidade interior da nossa Escolha Acertada em ar condicionado, o Mitsubishi electric MSZ-SF25VE.
Em cima, um termoventilador de parede. Em baixo, a unidade interior de um ar condicionado.
Já os termoventiladores de parede só têm de ser ligados à corrente e o preço varia entre os € 20 e os 50 euros. Alguns modelos apresentam um nível suficiente de proteção IP para usá-los numa casa de banho, mas têm de indicar de forma clara e inequívoca o nível de proteção IP21 ou superior na placa de características.