Como testamos

Termoacumuladores: como testamos

03 dezembro 2018
Fique a saber como testamos os temoacumuladores na DECO PROTESTE.

03 dezembro 2018
Para verificar o desempenho e o consumo do termoacumulador, simulamos uma situação de uso diário e oito horas de corte de corrente. O isolamento e as instruções são outros critérios importantes.

Depois do inventário do equipamento, verificamos a eficiência energética através de um procedimento normalizado. Simulamos a utilização diária esperada para o tipo de aparelhos e as capacidades testadas. Medimos o consumo elétrico e calculamos o valor anual.

Também medimos a quantidade útil de água misturada a 40°C, para aferir se é suficiente para o banho de uma pessoa. Noutro teste, simulamos uma falha de corrente e, passadas 8 horas com o aparelho desligado, medimos quantos litros de água a 40°C conseguimos retirar. Esta situação permite ter noção, entre outras, da qualidade do isolamento do aparelho.

Para avaliar a segurança elétrica, verificamos se estão presentes as marcações obrigatórias e avaliamos as instruções. Outros testes ajudam a determinar se o aparelho protege o consumidor de aceder a partes com corrente elétrica e se o circuito de ligação à terra está a funcionar como deve. Analisamos ainda se os materiais isolantes podem deixar de cumprir a sua função e passarem a conduzir corrente elétrica.

Com o teste de pressão, avaliamos o comportamento do aparelho a funcionar com pressões internas acima das indicadas pelo fabricante. Realizamos ensaios à estrutura do aparelho, como o registo termográfico, que permite observar a distribuição de calor.

De seguida, cortamos os equipamentos, para verificar a espessura do isolamento em vários pontos e analisar e medir a espessura da chapa e do revestimento do reservatório interior. Nesta fase, avaliamos o revestimento interior para identificar zonas de ferrugem e oxidação. Submetemos as secções cortadas do termoacumulador a um teste de atmosfera condensada. Finalizamos com a caracterização e pesagem dos chamados ânodos de sacrifício. Estes servem para evitar a corrosão do depósito.