Como testamos

Salamandras a pellets: como testamos

08 fevereiro 2019
Conheça as provas a que são sujeitas as salamandras a pellets para o teste da DECO PROTESTE.

08 fevereiro 2019
Para testar as salamandras a pellets verificamos a sua eficácia a aquecer e as emissões presentes nos gases de combustão e comparamos os valores obtidos com os anunciados pelos fabricantes.
Para avaliar o funcionamento destes aparelhos, testamos o seu desempenho a aquecer e as emissões presentes nos gases de combustão. Tivemos também em atenção as temperaturas máximas que os aparelhos podem atingir, por questões de segurança.

Comparamos as capacidades de aquecimento e as eficiências medidas com as anunciadas pelos fabricantes. Também registamos aspetos como a dimensão dos aparelhos, a capacidade do depósito e a presença de acessórios.

O nosso teste inclui modelos que apenas aquecem uma divisão e cuja potência máxima vai até aos 10 kW. Este valor é suficiente para aquecer uma área com cerca de 100 metros quadrados. Por isso, medimos a autonomia das salamandras, ou seja, o tempo durante o qual conseguem funcionar com um depósito cheio de pellets.