Notícias

AquaReturn: poupa água, mas gasta mais energia a aquecê-la

24 março 2014

24 março 2014

Evita o grande desperdício de água enquanto aguarda pela temperatura desejada para o banho, mas aumenta o consumo de energia do sistema de aquecimento. Segundo as nossas contas, o investimento de € 300 só tem retorno ao fim de 19 anos.

Já pensou nos litros de água que desperdiça durante a espera por água quente para o banho? Há um dispositivo que minimiza este gasto: o Aquareturn apresenta-se como um pequeno eletrodoméstico que faz recircular a água pelos canos até atingir 35°C.

Conseguir uma poupança de água significativa sem aumentar o consumo de energia é o melhor de dois mundos. A poupar água, o resultado do AquaReturn é bastante positivo: verificámos uma economia de 21 litros. Numa habitação com uma família de 4 pessoas, e tendo em conta só o uso dos duches, onde o desperdício é mais evidente, a poupança anual pode situar-se entre 7,7 e 30 m³. Estes valores dependem dos hábitos: se, por exemplo, os duches forem muito próximos, a água a circular nos canos não tem tempo para arrefecer significativamente entre um duche e outro e, por isso, será menor o dispêndio de água até atingir de novo 35ºC.

19 anos para ter retorno
Ao contrário da poupança de água proporcionada pelo AquaReturn, o caso muda de figura no gasto energético. Apesar de o consumo interno do aparelho ser bastante baixo – semelhante ao de um router wi-fi em stand-by - este dispositivo faz aumentar em 20% o consumo de energia do sistema de aquecimento de água sanitária. Mais: se desligar este aparelho, colocando-o em off, o caudal de água reduz-se, aumentando ainda mais o gasto energético, bem como o tempo necessário para aquecer a água. A temperatura desta, à saída, é outro aspeto negativo no desempenho do AquaReturn. Mantendo o sistema de aquecimento na mesma potência, e contrariamente ao anunciado, a temperatura da água não estabiliza nos 35°C, mas sobe até 40°C, como consequência da perda da pressão da água.

Conclusão: se considerarmos apenas os duches de uma família de 4 pessoas, a poupança anual de água pode chegar aos 20 euros. Quanto ao consumo de energia, usando o gás natural como aquecimento, há um aumento de custo de cerca de € 1,30 por ano, valor que chega a € 3,60 se somarmos o gasto de eletricidade para o funcionamento do AquaReturn. Vistas bem as coisas, o investimento de € 300 só tem retorno ao fim de 19 anos.

Como testámos
Simulámos em laboratório um circuito de água quente de uma habitação onde a água para uso sanitário é aquecida por um esquentador a gás, com uma potência de 20 kW, uma torneira monocomando de lavatório com um fluxo de 11 litros por minuto e água com 2 bar de pressão e à temperatura de 11-14°C. Medimos o consumo de água, de gás e de eletricidade, bem como a temperatura da água (entrada/saída) em três cenários: sem o dispositivo, com o AquaReturn instalado, mas desligado, e com o AquaReturn ligado.

O nosso teste comprovou a grande poupança de água, mas, inesperadamente, deparamo-nos com um aumento considerável do consumo de energia, ao contrário do anunciado pela marca.
O nosso teste comprovou a grande poupança de água, mas, inesperadamente, deparamo-nos com um aumento considerável do consumo de energia, ao contrário do anunciado pela marca.
O AquaReturn, inventado e fabricado em Espanha, com venda pela Internet (www.aquareturn.com), custa € 297 (mais € 10 se comprar as duas mangueiras recomendadas) e instala-se no lavatório, mas serve todas as torneiras da casa de banho. Pode ser usado com qualquer sistema individual de aquecimento de água sanitária, como termoacumuladores, caldeiras a gás e esquentadores.

Instala-se facilmente, sem ser necessário recorrer a um profissional. Basta ter uma tomada de eletricidade para ligar o aparelho. Ao abrir a torneira de água quente (do lavatório, bidé, banheira ou duche), a água que se encontra na canalização retorna ao sistema de aquecimento e só sai da torneira quando atinge a temperatura pré-definida de 35°C, altura em que o AquaReturn emite um sinal sonoro. A partir desse momento, todas as torneiras da casa de banho estão aptas para fazer correr água quente.

Se quer poupar água e energia, verifique o caudal das suas torneiras e chuveiros. Se chegar à conclusão de que são pouco eficientes, instale redutores de caudal. A poupança é grande e a amortização pode ser conseguida em menos de 1 ano.