Guia de compras

Esquentadores: guia de compras

02 junho 2016
esquentadores

Os três tipos de esquentador mais comuns são os atmosféricos, os ventilados e os estanques. Explicamos como escolher.

Nos atmosféricos e ventilados o ar para a queima é captado da divisão onde o aparelho está instalado. A evacuação dos gases de combustão é feita, no caso dos atmosféricos, de forma natural, através de uma conduta apropriada. Nos modelos ventilados, a evacuação é facilitada através de um ventilador colocado à saída do aparelho.

Nos estanques, existe uma conduta ligada diretamente ao exterior responsável pela captação de ar para a admissão e pela evacuação dos gases queimados.
A instalação e a manutenção do esquentador devem ser feitas por um técnico credenciado. Uma deficiente instalação do aparelho ou falta de manutenção pode provocar fugas de gás ou produção de monóxido de carbono. As manutenções periódicas devem ser feitas segundo o indicado pelo fabricante no manual de instruções. No sítio da Direção-Geral de Energia a Geologia (www.dgeg.pt) encontra uma lista com os técnicos credenciados. Caso não saiba qual o tipo de esquentador mais adequado para a sua casa, o técnico credenciado é a pessoa indicada para aconselhar a melhor solução.

Na sequência da nova diretiva europeia, os fabricantes alteraram o modo como são divididos os esquentadores. Em vez de ser considerada a capacidade de aquecimento, expressa em litros, passou a ser levada em conta a potência, traduzida em perfis de utilização com indicação de letras: S, M, L ou XL. Explicamos em baixo como escolher.

esquentadores