Como testamos

Sistemas solares de circulação forçada: como testamos

O nosso teste incluiu cinco equipamentos pressurizados e um de drenagem automática. Estes foram sujeitos às seguintes provas: 

  • medimos a produção de energia dos sistemas; 
  • verificámos a resistência à chuva dos painéis; 
  • avaliámos a resistência à força do vento e ao peso da neve; 
  • abrimos os coletores para perceber como foram afetados pelos testes; 
  • analisámos a facilidade de utilização de cada equipamento, assim como os manuais de instruções; 
  • asseguramo-nos de que as leituras de temperatura feitas pelas sondas eram precisas.

No vídeo, veja o nosso teste em laboratório: