Primeiras impressões

R&GO do Renault Twingo: o GPS não tem de ser um luxo

30 dezembro 2014

30 dezembro 2014

O R&GO da Renault é uma inovação gratuita muito prática e interessante. Depois de vencer a guerra dos sistemas integrados de GPS nos automóveis, a Renault voltar a dar cartas nas tecnologias ao volante.

Início

A Renault propõe uma solução de conectividade, multimédia e navegação através do smartphone (não incluído). O sistema R&GO equipa as versões mais básicas do Renault Twingo. É uma alternativa ao R-Link, que só está disponível no pack Tecnho do novo Twingo por mais 1000 euros.

Teste a oito sistemas de GPS

O R&GO está disponível para iOS e Android. É uma aplicação que, emparelhada com o carro, funciona como computador de bordo, sistema de som e navegação e kit de mãos-livres. A Renault fornece uma ligação Bluetooth e o suporte para telemóvel. Através do smartphone do condutor, este passa a contar um ecrã multimédia, um leitor de música, um sistema de navegação, um computador de bordo e até um conta-rotações.

Esta jogada ousada permite, mesmo aos mais poupados, aproveitar uma solução muito simpática. Através do Bluetooth, o carro comunica com o smartphone, passando-lhe informações como velocidade ou consumo. Depois, integrado com o rádio do carro, o smartphone usufrui de um kit de mãos-livres e de instruções sonoras nas colunas do Twingo.

O R&GO é uma nova forma de utilizar o smartphone e aceder às funções do telemóvel e do carro.
O R&GO é uma nova forma de utilizar o smartphone e aceder às funções do telemóvel e do carro.
Interface intuitiva com 4 botões: multimédia, telefone, navegação e carro.
Interface intuitiva com 4 botões: multimédia, telefone, navegação e carro.
O R&GO integra as versões menos equipadas do Twingo (desde 11 950 euros).
O R&GO integra as versões menos equipadas do Twingo (desde 11 950 euros).

Como ligar
Comece por aceder à loja de aplicações (PlayStore no Android ou Appstore no iOS) e pesquise por R&GO. A instalação demora alguns minutos: entre outras funções, instala uma aplicação de navegação, o CoPilot que já testámos.

O emparelhamento é tão simples como em qualquer dispositivo Bluetooth. Basta colocar o smartphone com esta ligação visível e, no autorrádio, procurar a função de emparelhamento. Os dispositivos comunicam num instante.

Apreciámos o suporte no sítio certo a um nível elevado.
Apreciámos o suporte no sítio certo a um nível elevado.

Evita grandes desvios do olhar e não bloqueia a visibilidade para a estrada. O condutor de serviço não precisa de muita ginástica para alcançar o aparelho. Na aplicação, os botões são grandes e permitem uma seleção sem falhas. O resultado final depende do tamanho do smartphone. Se for um modelo com diagonal de ecrã reduzida, a operação pode ser mais difícil.

Entre € 11 950 e € 14 450, o Twingo é o carro mais económico da Renault, o que obriga a alguns compromissos. Por exemplo, o suporte poderia ter uma ligação micro-USB integrada (e outra lightning para iPhone) para carregar a bateria. Pode fazê-lo em duas portas USB no rádio. A melhor solução seria permitir o carregamento por indução.

A comunicação entre o carro e o smartphone não causa embaraço ao volante. Registámos um pequeno atraso nas funções que exigem comunicação instantânea (por exemplo, o conta-rotações). O ecrã demora uma fração de segundo a reagir ao pé direito do condutor.

O carro não restringe a utilização a um único dispositivo, o que é decisivo para facilitar a partilha entre membros da família ou pelo seu clã de utilizadores.

A aplicação de navegação é muita rápida a calcular percursos.
A aplicação de navegação é muita rápida a calcular percursos.
Consumo médio e instantâneo agora no ecrã do telemóvel.
Consumo médio e instantâneo agora no ecrã do telemóvel.
Trajeto, velocidade média e consumo.
Trajeto, velocidade média e consumo.