Notícias

GPS Sygic: tecnologia de realidade aumentada pouco útil

O GPS Sygic introduziu a tecnologia de realidade aumentada na sua app de navegação. Não é uma novidade no sector e a utilidade da tecnologia continua muito limitada.

04 outubro 2017
app de GPS de realidade aumentada

Thinkstock

A realidade aumentada numa app de navegação não é novidade. Em 2011, já a Route 66 tinha apostado nesta tecnologia, que foi descontinuada. Agora é a vez da Sygic a introduzir, vendida como um opcional por 9,99 euros. Testámos a app e ainda não é desta que a integração é bem-sucedida. Como a vantagem prática é questionável, não recomendamos a sua utilização no dia-a-dia. Pode, eventualmente, interessar a alguns utilizadores mais ávidos de tecnologias inovadoras. Para conhecer as melhores aplicações, veja o nosso teste a GPS

Como funciona a realidade aumentada

A tecnologia de ‘realidade aumentada’ permite visualizar, no mesmo ecrã, elementos virtuais e o percurso real filmado através da câmara do telemóvel ou do tablet. No Android funciona em modo horizontal e vertical. No iOS, por se tratar de um sistema operativo mais restrito, funciona apenas em modo horizontal.

Comparando com a realidade virtual pode parecer a mesma coisa, mas são tecnologias diferentes. Com a realidade aumentada há uma camada de informação virtual que é colocada sobre imagens do mundo real. Já com a realidade virtual a imersão no mundo virtual é total, apenas com elementos virtuais e sem imagens do mundo real.  

Limitações da tecnologia em autoestrada e cidade

O sistema apresenta pouca informação relevante quando é utilizado na autoestrada e o condutor tem de recorrer à simbologia gráfica para navegar.

  • Dificuldade em antecipar as manobras
    Num sistema de navegação tradicional, as manobras são representadas com antecedência e o condutor consegue visualizar as próximas ações. Isto não se verifica com um sistema de realidade aumentada, em que apenas o que está dentro do campo de visão da câmara é representado no ecrã. Mesmo que o condutor já esteja a ver o próximo cruzamento, enquanto a câmara do telemóvel não o captar, não aparecerá no sistema de navegação.
  • Ausência de assistente de mudança de faixa de rodagem
    No modo de realidade aumentada, o sempre útil assistente de mudança de faixa não está disponível. É especialmente útil em vias rápidas onde os cruzamentos têm formatos diferentes e múltiplas saídas.

Também identificámos algumas falhas no sistema da Sygic na cidade. Quando há tráfego intenso, a presença de outras viaturas impede a representação do percurso sobre a estrada.

Não há uma estimativa clara da distância à próxima manobra. Uma app tradicional consegue apresentar a próxima manobra ou interceção de forma mais intuitiva e clara.

Em rotundas com mais de quatro saídas ou com duas saídas muito próximas é difícil distinguir a saída a usar. No modo horizontal é ainda mais complicado.
Quando conduz atrás de um camião ou de um autocarro o campo de visão da app é completamente ocupado e as indicações são inúteis. 

A nossa opinião

Não é necessário conduzir muitos quilómetros para perceber que a integração da realidade aumentada neste sistema de navegação não é perfeita e tem um interesse muito limitado. A app não dá qualquer indicação sobre como instalar o smartphone corretamente no para-brisas e não ajusta automaticamente a imagem em função da orientação do telefone. No nosso teste indicamos as melhores aplicações para smartphone.