Dicas

Bicicletas: pedalar na cidade em segurança

04 setembro 2015
Bicicletas cidade

Algumas regras de trânsito também se aplicam aos ciclistas. Além de terem prioridade quando se apresentam pela direita, não podem ouvir música nem falar ao telemóvel enquanto guiam.

Cuidados na circulação

  • Não ande aos ziguezagues ou a serpentear. Um percurso estável é essencial para evitar acidentes.
  • Esteja particularmente atento ao tráfego quando se desviar da rota. Ceda a passagem e sinalize sempre as manobras.
  • Atue de acordo com as regras de trânsito. Circular na via mais à direita e ceder a passagem como qualquer outro veículo (especialmente nos cruzamentos) são normas a reter.
  • Tenha atenção ao piso, principalmente se for irregular ou escorregadio. Os trilhos dos elétricos devem ser atravessados com a roda da bicicleta na perpendicular relativamente aos carris. Em caso de chuva, redobre a atenção aos pisos metálicos (como tampas de esgoto) e à sinalização pintada na estrada (passadeiras e faixas). Essas superfícies ficam mais escorregadias quando estão molhadas. Opte por usar roupa impermeável.
  • Esteja atento ao avançar das filas durante os engarrafamentos, especialmente ao arrancar dos carros e à abertura das portas. Guarde sempre uma distância de segurança e mantenha-se visível. Nos semáforos, nem sempre os condutores sinalizam a mudança de direção com antecedência. Em caso de dúvida, espere que o outro tome a iniciativa.
  • Escolha a melhor via antes de se aproximar de um cruzamento. Esteja atento aos veículos que querem mudar de direção. Assinale com antecedência caso vá trocar de via. Num cruzamento com semáforos, posicione-se à frente. Desta forma, torna-se visível para os outros condutores e evita respirar os fumos dos tubos de escape.
  • Circule o mais à direita possível nas rotundas, caso pretenda sair na primeira saída. Tente manter o contacto visual, posicione-se corretamente e sinalize as mudanças de direção ou de via. Cuidado com os condutores provenientes das faixas interiores que cortam as rotundas a direito.
  • Reduza a tensão existente com os motoristas. Se possível, facilite as ultrapassagens, sem diminuir a sua segurança. Acima de tudo, deve imperar o bom senso.
  • Fique atento aos peões, alguns reagem de forma inesperada à passagem de uma bicicleta. Sinalize a sua presença de forma clara, mas discreta. Pode usar, por exemplo, uma campainha.
  • Procure reduzir gradualmente o seu ritmo cardíaco ao aproximar-se do destino. Para isso, diminua a velocidade ou o esforço da bicicleta. As paragens bruscas após um intenso esforço físico podem provocar tonturas ou desmaios.