Primeiras impressões

Renault Zoe: 100% elétrico, mas só para algumas carteiras

01 dezembro 2013 Arquivado

Arquivado

O Renault Zoe chega este mês aos standes nacionais e nós já o conduzimos. O novo automóvel 100% elétrico da Renault satisfaz no conforto e impressiona na segurança. Mas prepare-se para fazer contas.

Segurança exemplar

O Renault Zoe obteve a nota máxima de 5 estrelas nos testes de colisão do EuroNCAP. Este resultado confirma a boa tradição da Renault em matéria de segurança. De série, o Renault Zoe dispõe de controlo de estabilidade, ABS com travagem de urgência, regulador e limitador de velocidade. Todas as versões do Zoe incluem a assistência ao arranque em subida, que imobiliza o carro durante alguns segundos, enquanto solta o travão e começa a acelerar.

Na proteção de peões, o Renault Zoe obtém 24 em 36 pontos. Para aumentar a segurança nas zonas urbanas, o Zoe possui o Z.E. Voice, um sistema de som exterior que alerta os peões para a chegada do carro. Ligado por defeito, é ativado a velocidades entre 1 e 30 km/h.

O carro elétrico ao melhor nível na segurança, segundo as provas do Euro NCAP em 2013.
O carro elétrico ao melhor nível na segurança, segundo as provas do Euro NCAP em 2013.

Entre os rivais do Renault Zoe, destacamos o Peugeot iOn (€ 0,43 por quilómetro) e o Nissan Leaf (€ 0,46 por quilómetro) para o mesmo cenário de 3 anos e 12 500 km anuais. A nossa conta ajuda a desempatar. Consulte os resultados para 5 mil automóveis.

Enquanto não chegam os resultados completos do teste ao Renault Zoe, siga-nos ao volante dos híbridos da 2.ª geração com os prós e contras da concorrência.