Primeiras impressões

Nissan Qashqai: novo motor a gasóleo mais eficiente

18 setembro 2012 Arquivado

Arquivado

O Nissan Qashqai exibe no novo motor 1.6 a gasóleo de 130 cavalos a sua força principal. A partir de € 27 450, esta versão é eficiente e poupada no consumo. Revelamos os pontos fortes e fracos após a primeira viagem.

Espaçoso e bem equipado

Basta viajar alguns quilómetros com a motorização 1.6 dCi do Nissan Qashqai para perceber que o carro ganhou muito com este novo motor, sobretudo se já conhece a versão 1.5 dCi de 110 cv. Mais robusto, a resposta é mais agradável. Silencioso, o novo modelo melhora o conforto.

À frente, a cabina do Nissan Qashqai é muito generosa e oferece o espaço suficiente para ocupantes até 1,96 m de altura. Atrás, recebe facilmente 2 passageiros até 1,85 m acompanhados de bagagem com ótimo conforto, mas fica apertado para 3.

Atrás, passageiros até 1,85 m podem seguir viagem.
Atrás, passageiros até 1,85 m podem seguir viagem.
Com os bancos na posição regular, a bagageira disponível sabe a pouco para uma máquina que pertence à família dos veículos utilitários desportivos.
Painel fácil de comandar. Conforto acima da média, o ideal para longas viagens.
Painel fácil de comandar. Conforto acima da média, o ideal para longas viagens.
Na bagageira, dispõe de 360 litros. Com os bancos rebatidos, a capacidade dispara para 690 litros.
Na bagageira, dispõe de 360 litros. Com os bancos rebatidos, a capacidade dispara para 690 litros.