Notícias

VW Golf: o melhor de sempre

31 dezembro 2013 Arquivado

Arquivado

O VW Golf 2.0 TDI apurou a receita: baixo consumo, interior espaçoso, segurança elevada e tecnologia ao serviço do condutor. Com chave na mão, custa cerca de 34 mil euros.

Campeão da consistência

No interior à frente, o espaço impressiona. Alguns monovolumes não ofereceram tanto espaço para a equipa da PROTESTE. Com um grande nível de ajuste, os bancos frontais recebem ocupantes até 2 m de altura. O habitáculo satisfaz pela largura generosa.

O Golf dispõe de quatro bancos dignos desse nome. Quem viajar atrás não terá razões de queixa, exceto no lugar central. Há muito espaço para as pernas. A viagem é relaxante para dois passageiros, mas apertada para três.

Atrás, o VW Golf aceita ocupantes até quase 1,95 m de altura.
Atrás, o VW Golf aceita ocupantes até quase 1,95 m de altura.

Com um apoio firme, os bancos asseguram um ótimo nível de conforto. Reguláveis em altura, os bancos desportivos dianteiros são bem contornados e apresentam encostos ergonómicos.

Com uma boa visibilidade global, conseguimos ter a perceção do que está à volta do VW Golf. A vista traseira não está muito limitada. O espelho interior e os retrovisores exteriores cumprem.

Visibilidade traseira sem problemas para o condutor.
Visibilidade traseira sem problemas para o condutor.

As entradas e saídas são muito simples e os comandos das portas e janelas amigáveis.

Com os bancos no sítio, a bagageira fornece 305 litros de capacidade, menos 45 litros do que o antecessor. Ainda assim, com um formato prático e uma lâmpada à esquerda, a mala é fácil de abrir, fechar e usar, sendo fácil carregar objetos pesados.

Com os bancos no sítio, dispõe apenas de 305 litros no VW Golf. Se rebater os bancos, a capacidade aumenta para 665 litros.
Com os bancos no sítio, dispõe apenas de 305 litros no VW Golf. Se rebater os bancos, a capacidade aumenta para 665 litros.