Notícias

VW Golf: o melhor de sempre

31 dezembro 2013 Arquivado

Arquivado

O VW Golf 2.0 TDI apurou a receita: baixo consumo, interior espaçoso, segurança elevada e tecnologia ao serviço do condutor. Com chave na mão, custa cerca de 34 mil euros.

Amante das curvas

Com uma boa suspensão, o conforto está garantido em longas viagens ou para um estilo mais desportivo. O Golf amortece bem as lombas. O ruído interior não incomoda. Medimos 67 decibéis em velocidades elevadas.

Com controlos autónomos para o condutor e passageiro da frente, as duas zonas do ar condicionado conseguem uma resposta eficaz e aceitável ao nível do aquecimento.

No motor, a suavidade dos 4 cilindros satisfaz. A caixa manual de 6 velocidades é excelente e uma das melhores que a equipa da PROTESTE já testou. As mudanças entram com precisão e as trocas são feitas com rapidez. A marcha atrás é suave e fácil de aplicar. O indicador das mudanças e o modo Eco ajudam a melhorar a economia de combustível. As 6 velocidades fazem uma ótima combinação com o motor. Com uma relação perfeita, a mudança certa está disponível a qualquer velocidade.

O Golf é um carro muito estável e seguro. Demonstrou ser dono de uma boa estabilidade mesmo com manobras bruscas. Fácil de controlar nas curvas, o Golf revela uma ótima resposta.

A direção é precisa e favorece as manobras sem esforço. Os travões são muito potentes. Com uma distância de travagem muito curta, a 100 km/h, o Golf precisa apenas de 33,6 metros até ficar totalmente imobilizado.

Entre os principais rivais do VW Golf, destacamos o Audi A3, o Opel Astra, o BMW Série 1 e o Renault Mégane. A nossa conta ao custo por quilómetro ajuda a desempatar. Consulte os resultados para 5 mil automóveis.