Notícias

Volkswagen Golf GTE: 50 quilómetros de pura eletricidade

26 maio 2015 Arquivado

26 maio 2015 Arquivado

O primeiro híbrido Plug-in da Volkswagen revela um excelente desempenho e eficiência. Mas os 42 150 euros de preço de base são pouco cativantes.

Sentido prático

O Volkswagen Golf GTE apresenta uma boa qualidade de construção, com materiais de qualidade e um interior apelativo. O compartimento do motor está bem isolado.
O Volkswagen Golf GTE garante uma autonomia de 50 km em modo só elétrico, com a bateria totalmente carregada.
O Volkswagen Golf GTE garante uma autonomia de 50 km em modo só elétrico, com a bateria totalmente carregada.
A porta com a tomada para carregamento elétrico está situada por baixo do símbolo da marca. Este está integrado no sistema de fecho centralizado e não pode ser aberto quando o automóvel está trancado. Contudo, a tampa do depósito de combustível não é ativada pelo fecho centralizado: só abre quando é pressionada.
A porta com a tomada é trancada quando se fecha o automóvel.
A porta com a tomada é trancada quando se fecha o automóvel.
Tanto os pedais como a alavanca das mudanças estão bem posicionados.
Tanto os pedais como a alavanca das mudanças estão bem posicionados.

Os principais rivais do Volkswagen Golf GTE são o Toyota Prius plug-in (desde € 35 000) e o Audi A3 e-tron (a partir de € 43 070).