Notícias

Toyota GT86: armado em carro de corrida

15 fevereiro 2013 Arquivado
Toyota GT86

Arquivado

O Toyota GT86 é ágil, seguro e muito divertido de conduzir. Fomos espremer tudo o que este automóvel tem para dar. A suspensão e a visibilidade são os pontos críticos.

Potência com conta, peso e medida

O motor de quatro cilindros opostos é honesto, previsível e deixa-se moldar pelo acelerador. O motor proporciona um bom desempenho. Quanto mais elevada a rotação, mais impressionante o comportamento da fera. O Toyota GT86 precisa apenas de 4,9 segundos nas recuperações dos 60 aos 100 km/h.
Sóbrio, mas com muito potencial: assim é o motor do Toyota GT86. A posição de condução agrada.
Sóbrio, mas com muito potencial: assim é o motor do Toyota GT86. A posição de condução agrada.

Com uma caixa precisa, a mudança faz-se suavemente. Muito estável, a direção é precisa e fácil de controlar. O carro amortece bem os movimentos do corpo, durante a aceleração e travagem em curvas rápidas.

Tudo se passa com equilíbrio e simplicidade de movimentos. Os pneus absorvem sem sobressaltos as irregularidades que fazem alguns dos rivais levantar as rodas do chão.

Toyota GT86 em ação na parabólica Ayrton Senna.
Toyota GT86 em ação na parabólica Ayrton Senna.

Os travões proporcionam uma boa resposta, mas a distância de travagem do Toyota GT86 é muito longa. A 100 km/h, precisa de 40 metros até ficar totalmente imobilizado.

Entre os principais rivais do Toyota GT86, destacamos o Audi TT e o Peugeot RCZ. O custo por quilómetro ajuda a desempatar. Consulte os resultados para 5 mil automóveis.