Notícias

Renault Captur: prático, eficaz e 5 estrelas na segurança

31 dezembro 2014 Arquivado

Arquivado

O Renault Captur passou no nosso teste com uma nota razoável. É seguro, espaçoso à frente e exibe uma bagageira versátil. Custa desde € 15 450 com motor a gasolina ou € 18 950 a gasóleo.

Original e competente

Entre as zonas de arrumação do Captur, destaca-se o porta-luvas, amplo e muito prático. Pode usá-lo como se fosse uma autêntica gaveta. Reparámos que o pé direito do condutor pode encalhar no pedal do travão. Este aparece numa posição mais elevada do que o acelerador.

À frente, tem espaço de joelhos e pernas para ocupantes até 1,95 m de altura. Atrás, recebe passageiros até 1,86 m e a largura é apenas aceitável. Os bancos traseiros deslizam até 16 cm e conferem assim mais flexibilidade ao Renault Captur. Pode até remover o tecido dos estofos de todos os bancos para lavar.

Estofos com fecho para facilitar a lavagem.
Estofos com fecho para facilitar a lavagem.
A bagageira do Renault Captur oferece 285 litros de capacidade. Se rebater os bancos, operação fácil, passa a contar com 600 litros de bagageira. O compartimento inferior garante mais 90 litros de arrumação.
A bagageira tem 285 litros de capacidade. Se rebater os bancos, conta com 600 litros.
A bagageira tem 285 litros de capacidade. Se rebater os bancos, conta com 600 litros.

O Renault Captur é capaz de fintar o trânsito com facilidade e as manobras em espaços apertados não são exigentes. Apenas se mostrou um pouco adormecido em velocidades mais elevadas.

Também testámos o Renault Captur fora do asfalto: revela um desempenho bastante aceitável até onde a tração dianteira o levar. Em terra batida, com ramos e pequenas pedras, ganha uma energia própria. Parece ter sido concebido com este propósito e a vontade de regressar à estrada é pouca ou nenhuma. Não garante uma condução muito dinâmica, mas a posição elevada é bastante agradável.

Com exceção das óticas, pode personalizar o aspeto exterior à sua medida.
Com exceção das óticas, pode personalizar o aspeto exterior à sua medida.