Notícias

Peugeot 308: estilo procura eficiência

24 fevereiro 2014 Arquivado
 Peugeot 308

24 fevereiro 2014 Arquivado

O Peugeot 308 é ágil, seguro, elegante e espaçoso à frente. A falta de visibilidade é o principal ponto fraco. Custa desde € 20 380 com motor a gasolina ou € 23 090 a gasóleo.

Início

O Peugeot 308 luta por um lugar ao sol num território muito disputado, a categoria dos familiares. A marca garante que o novo 308 é capaz de competir com o Renault Mégane, o VW Golf e estar à altura do Audi A3 e do Mercedes Classe A. Mas será mesmo assim?

Veja o vídeo da nossa equipa ao volante do Peugeot 308.

Com uma distância entre os eixos mais longa, o Peugeot 308 aumentou o espaço para as pernas dos passageiros atrás. Mas em altura é pouco simpático para os mais altos.
Chegou, surpreendeu e já mora no top 30 das vendas.
Chegou, surpreendeu e já mora no top 30 das vendas.

Dentro do Peugeot 308, somos surpreendidos por um cockpit renovado: volante mais pequeno, instrumentos numa posição elevada e ecrã tátil central. Impressiona pela tecnologia de segurança. Traz faróis LED, sistema de navegação e bons equipamentos. O pack de assistência ao condutor inclui o controlo de velocidade, o alerta de colisão frontal e a travagem de emergência. Este opcional aumenta a fatura em 500 euros. O sistema de alerta para ângulos mortos custa mais 300 euros.

Moderno e com design atrativo, o Peugeot 308 consegue boas marcas no consumo, mas não é tão eficiente como a marca anuncia. Testámos 300 critérios e viajámos mais de 2 mil quilómetros. O veredicto é positivo. Com uma boa qualidade global, o Peugeot 308 é muito competente. Está disponível com 2 motores a gasolina de 82 e 156 cavalos e 2 motores a gasóleo de 92 e 115 cavalos. Com motor a gasolina, o preço varia entre 20 380 e 27 500 euros. As versões a gasóleo arrancam nos € 23 090 e chegam até aos 28 120 euros.

O Peugeot 308 destaca-se pela segurança e agilidade.
O Peugeot 308 destaca-se pela segurança e agilidade.