Notícias

Peugeot 108: caixinha de surpresas desde 11 700 euros

18 maio 2015 Arquivado
Novo Puegeot 108

Arquivado

O Peugeot 108 é um citadino seguro e revela um desempenho aceitável. Exibe bons argumentos, mas chega para ser o rei da cidade? Se a prioridade é poupar, descobrimos rivais com a mesma qualidade desde 9400 euros.

Rivais e segurança na mira

Entre os rivais do Peugeot 108, destacamos os irmãos Toyota Aygo, Citroën C1 e os temíveis Renault Twingo, o Seat Mii, o VW up, o Hyundai i10 e o Mazda 2. Compare o preço e os resultados da concorrência.

O EuroNCAP, Programa Europeu de Avaliação de Carros Novos, do qual somos parceiros, introduziu novos parâmetros de análise e está mais exigente. Por exemplo, o sistema de travagem de emergência é um dos requisitos para atingir 5 estrelas. O quarto e último parâmetro, denominado “assistências de segurança”, ganha mais peso. O Peugeot 108 só conseguiu 4 estrelas.

A segurança está em alta, mas o apoio à condução podia ser melhor.
A segurança está em alta, mas o apoio à condução podia ser melhor.
Toyota Aygo: dianteira com um grande X. Custa desde 10 765 euros.
Toyota Aygo: dianteira com um grande X. Custa desde 10 765 euros.
Hyundai i10: ideal para equilibrar as contas. Custa desde 9990 euros.
Hyundai i10: ideal para equilibrar as contas. Custa desde 9990 euros.
Seat Mii: a melhor relação entre o preço (desde € 11 430) e a qualidade.
Seat Mii: a melhor relação entre o preço (desde € 11 430) e a qualidade.
Kia Picanto: os 7 anos de garantia e o preço desde € 9400 são bons trunfos.
Kia Picanto: os 7 anos de garantia e o preço desde € 9400 são bons trunfos.

O Peugeot 108 com 5 portas facilita a instalação de cadeiras de criança. Estas beneficiam do sistema Isofix de série, ainda que a inclinação das costas dos bancos e o perfil não possibilitem uma instalação nivelada. Também pode instalar a cadeira no banco do passageiro à frente, mas tem de recorrer ao cinto e desativar o airbag.

Para os ocupantes dos lugares da frente estão disponíveis airbags frontais e laterais, bem como cintos com pré-tensores e limitadores de esforço. Atrás, apenas beneficia dos airbags de cortina. Só à frente conta com aviso de não colocação do cinto, mas pode confirmar o estado dos restantes no ecrã do tabliê.

O Peugeot 108 traz de série o sistema de controlo de estabilidade e tração e o de distribuição da energia de travagem, que servem para evitar a tendência que o eixo dianteiro tem para “fugir” em curvas mais rápidas e para ajudar a parar em segurança. Os travões param o carro ao fim de 37,5 metros, se circular a 100 km/h. Ao contrário de alguns dos rivais, não disponibiliza o sistema de travagem de emergência em cidade, o habitat natural do Peugeot 108.