Notícias

Mazda: conduzimos a 4.ª geração do MX-5

21 setembro 2015 Arquivado
Mazda: conduzimos a 4.ª geração do MX-5

21 setembro 2015 Arquivado

Mais leve, compacto e vistoso é assim que se apresenta a mais recente geração do desportivo da Mazda. O preço a começar nos 24 450 euros promete atrair muitos amantes do roadster mais vendido no mundo.

Conduzimos vários quilómetros, de Lisboa até ao Bombarral, por estradas sinuosas, para sentirmos o que é estar ao volante da 4.ª geração do Mazda MX-5. Enquanto os resultados do nosso teste não chegam, consulte preço e desempenho de 230 modelos.

O motor a gasolina 1.5, de 131 cv, que experimentámos respondeu na perfeição às exigências do percurso. A caixa de 6 velocidades está escalonada de modo a acompanhar essas mudanças.

Segundo a Mazda, a bagageira foi optimizada para acomodar duas malas de viagem de dimensões normalizadas.
Segundo a Mazda, a bagageira foi optimizada para acomodar duas malas de viagem de dimensões normalizadas.
O novo Mazda MX-5 está mais compacto.
O novo Mazda MX-5 está mais compacto.

O motor 1.5 custa a partir de 24 450 euros. Já pelo 2.0 é necessário desembolsar a partir de 38 050 euros. Os roadster rivais mais diretos são o BMW Z4 (a partir de € 43 850) e o Mercedes-Benz Classe SLK (desde 48 450 euros). Se o objetivo é ter um descapotável, os cabriolet são alternativas mais baratas: Mini Cabrio One (a partir de € 24 995), VW Golf Cabrio (a partir de € 30 270), o Opel Cascada (desde € 31 940), BMW Cabrio 218i (a partir de € 40 100) e Audi A3 Cabriolet (a partir de 40 750 euros).

Face à geração anterior, o novo MX-5 tem um aspeto mais agressivo, mas está mais compacto por fora, sem prejudicar o espaço interior para o condutor.

O novo Mazda MX-5 é o mais leve de todas as gerações.
O novo Mazda MX-5 é o mais leve de todas as gerações.
Por dentro, a marca revela que desenhou o interior a pensar no condutor, com o volante, o painel de instrumentos e os pedais em simetria. Apesar de a posição de condução continuar baixa, segundo a Mazda foi conseguido espaço adicional para os joelhos e uma maior distância da cabeça à capota. Também indicou ter diminuído um pouco o tamanho do volante, para uma condução mais fácil.
O interior está centrado na posição de condução.
O interior está centrado na posição de condução.