Notícias

Honda Civic Tourer: leitores ao volante

03 novembro 2014 Arquivado

03 novembro 2014 Arquivado

A Honda Civic Tourer captou a atenção de António Pires, 66 anos, de Lisboa, que nos questionou sobre esta novidade. Convidámos o associado para se juntar a nós num test-drive e apresentámos os resultados das medições em laboratório.

António Pires, 66 anos, é subscritor das nossas três revistas. Recebe a PROTESTE todos os meses onde esmiúça as notícias de carros e reagiu com rapidez ao trabalho onde revelámos como testamos 150 automóveis por ano. Pediu-nos ajuda para decidir se troca o seu Ford Fusion com 9 anos pela nova Honda Civic Tourer. O nosso associado está satisfeito com o carro atual, a gasolina, mas pretende um modelo mais prático, espaçoso e eficiente.

Numa experiência que repetimos para estar mais perto dos leitores, juntámos a disponibilidade do António, que trouxe o amigo, Narciso Figueiredo, e da nossa equipa para um test-drive com a Honda Civic Tourer em primeira mão.

17 de outubro, Parque das Nações (Lisboa): nós e os nossos associados no novo escritório.
17 de outubro, Parque das Nações (Lisboa): nós e os nossos associados no novo escritório.
António Pires ao volante da Honda Civic Tourer e o nosso especialista, Alexandre Marvão, como copiloto.
António Pires ao volante da Honda Civic Tourer e o nosso especialista, Alexandre Marvão, como copiloto.

Veja o vídeo do Honda Civic com o novo motor a gasóleo da marca.

Nós testamos, o António e o Narciso avaliam
Começámos por explicar que testamos todas as marcas, procurando abranger os carros mais procurados pelos consumidores. Mas estamos sempre disponíveis para piscar o olho e analisar as principais inovações em cada momento.

António Pires demorou algum tempo até acertar a posição de condução na Honda Civic Tourer. Com 1,85 m de altura, António é um condutor exigente no espaço a bordo. No seu caso, o espaço em altura satisfaz, mas não deslumbra. O nosso leitor pôde ainda comprovar pelas suas mãos, pernas e cabeça que o banco atrás permite transportar com total conforto dois ocupantes. Mas o lugar central não é tão agradável, como nas alas.

António Pires e Narciso Figueiredo já conduziram a carrinha: inspecionaram tudo por dentro e por fora.
António Pires e Narciso Figueiredo já conduziram a carrinha: inspecionaram tudo por dentro e por fora.

Veja o vídeo no laboratório onde avaliamos 150 carros por ano.

O melhor e o pior na voz do leitor
Com o António ao volante, Alexandre Marvão, da equipa técnica, no papel de copiloto, esclareceu os resultados da Honda Civic Tourer em laboratório. “O estilo desportivo, os bancos atrás, o espaço da mala e o conforto na condução são impressionantes”, observou o leitor. Até houve tempo para uma comparação dos preços e motores: “o novo motor a gasóleo com 120 cavalos é muito poupado e mais acessível”, garantiu o nosso especialista. Com motor a gasóleo e 120 cavalos, a Honda Civic Tourer custa desde € 25 900 (29 cêntimos por quilómetro). Já o motor a gasolina de 142 cavalos dispara a partir dos 26 800 euros (37 cêntimos por quilómetros). Também ajudámos a fazer contas ao quilómetro para uma decisão acertada.

Os leitores apreciaram o equipamento de série, sobretudo a câmara traseira e a suspensão adaptativa. Os bancos mágicos foram a grande surpresa. Podem ser rebatidos na posição horizontal e na vertical para transportar carga com mais versatilidade. Na mala, em vez do pneu suplente, descobrimos o kit antifuros.

António Souto e António Pires avaliam o espaço atrás.
António Souto e António Pires avaliam o espaço atrás.

O nosso vídeo mostra como trocar o pneu e utilizar o kit.

O leitor criticou o kit antifuros por considerar menos útil como pronto-socorro.
O leitor criticou o kit antifuros por considerar menos útil como pronto-socorro.
Escolha segura
No nosso exame, a Honda Civic Tourer destacou-se ao ponto de garantir um lugar ao sol no top para as famílias. Os pontos fortes são a ampla bagageira, a grande versatilidade dos bancos e os baixos consumos. Outros trunfos: espaço interior e boa visibilidade. Pelo contrário, os especialistas criticam o grande diâmetro de viragem e o fraco desempenho a aquecer.
A bagageira muito grande e versátil impressionou os nossos associados.
A bagageira muito grande e versátil impressionou os nossos associados.
Entre as carrinhas que conheceram, para os leitores, esta exibe o visual mais arrojado.
Entre as carrinhas que conheceram, para os leitores, esta exibe o visual mais arrojado.

A Honda Civic Tourer enfrenta a concorrência da Renault Mégane Sport Tourer (€ 0,31 por km), da Seat Leon ST (€ 0,28 por km) e da Peugeot 308 SW (€ 0,28 por km). Mas na opinião de António e do amigo a proposta da Honda é uma das mais desportivas. Se garante marcas imbatíveis no consumo, tanto melhor. Mas, no final da viagem, António Pires tinha uma certeza: a decisão será muito mais informada. A escolha não é fácil e o leitor, que ainda não está convencido, quer experimentar a Opel Astra Sports Tourer e o novo Ford Focus.

Além da informação sobre preços, apresentámos o equipamento das versões e partilhámos as campanhas da marca. Uma das promoções anuncia desconto até 3 mil euros e pode ser a arma secreta para o negócio. Recomendámos negociar o preço em mais do que um stande e a pedir documentos com a proposta. O nosso associado prepara-se para pedir propostas a vários standes para dois modelos. “Três chamadas e algumas visitas aos concessionários fora de Lisboa podem valer milhares de euros de poupança”, reforçou António Souto.

Se está num impasse, desafie-nos para um test-drive. Comece logo por comparar o custo por quilómetro. Estamos aqui para ajudar e vamos até à sua rua com a resposta baseada nas medições do teste.

500, 445 e 430 litros são os números reais da mala destas propostas: Honda Civic Tourer, Seat Leon ST e Peugeot 308 SW.
500, 445 e 430 litros são os números reais da mala destas propostas: Honda Civic Tourer, Seat Leon ST e Peugeot 308 SW.

Imprimir Enviar por e-mail