Notícias

Escândalo Volkswagen: consumidores devem ser compensados

03 abril 2017
Escândalo Volkswagen: quero justiça

03 abril 2017
Com a ação "Quero justiça", Portugal, Espanha, Itália e Bélgica unem-se para exigir judicialmente uma indemnização para os consumidores afetados pela fraude das emissões da Volkswagen.

"Quero justiça" é o mote da ação lançada pelas associações de consumidores Altroconsumo (Itália), DECO (Portugal), OCU (Espanha) e Test-Achats (Bélgica). A Volkswagen é diretamente visada: exigimos uma compensação monetária para os consumidores afetados, a revisão de todos os veículos com o software fraudulento da marca e uma resolução técnica dos problemas das emissões que não afete o desempenho dos automóveis. Se foi prejudicado, junte-se à campanha. Vamos lutar em tribunal pelos direitos dos consumidores.

Aderir à ação "Quero justiça"

Porque os consumidores europeus não são diferentes dos norte-americanos, exigimos que a Volkswagen avance com uma compensação monetária entre 5 100 a 44 mil a dólares (€ 4 700 a € 41 000, aproximadamente).

Já está em curso, pelas marcas implicadas no caso das emissões fraudulentas - Volkswagen, Seat, Audi e Skoda -, a intervenção na oficina dos veículos com software fraudulento. Porém, pedimos às autoridades que analisem a solução técnica proposta. Um estudo realizado em Itália comprovou a inutilidade da intervenção nos carros com emissões falsificadas. Defendemos que devem ser considerados os limites legais para as emissões de óxido de azoto. A solução passa por sistemas de homologação que meçam de forma realista todos os parâmetros.

Exigimos ainda que a resolução técnica do problema que não afete o consumo e a potência dos automóveis.