Notícias

Carro usado: como reclamar de equipamento anunciado em falta?

06 maio 2014 Arquivado

06 maio 2014 Arquivado

Ricardo Calca, 35 anos, de Mafra gostou das características no anúncio online e o test drive ajudou-o a optar pelo Opel Meriva. Mas ao levantar o automóvel no stande, verificou que não tinha o equipamento completo.

O anúncio no portal da STA Auto garantia que o Opel incluía sensores de estacionamento, de iluminação e de chuva. Mas depois de sair do stande de Torres Vedras, o nosso associado verificou que não funcionavam. Julgou tratar-se de um problema de desativação e regressou ao stande no dia seguinte. Para seu espanto, o vendedor confirmou que o carro não estava equipado com quaisquer sensores.

Ricardo confrontou o stande com o indicado no anúncio online e exigiu a colocação dos sensores. O vendedor prometeu dar uma resposta. Cinco meses e várias visitas à STA Auto depois, o leitor ainda não tinha resposta. Numa nova deslocação, conseguiu agendar a colocação dos sensores de estacionamento. Poucos dias depois, o stande cancelou a marcação e o nosso associado recebeu uma SMS do vendedor a indicar que não podiam instalar os sensores.

Ricardo reclamou por escrito ao stande. Como não obteve uma solução, pediu a nossa intervenção. Contactámos a Opel Portugal, salientando as falhas na informação prestada.

Quase 3 semanas depois, foi o nosso leitor que nos informou do desfecho: o stande convocou-o para uma reunião onde acordaram a colocação dos sensores de estacionamento. De fora ficaram os de iluminação e de chuva, normalmente colocados de origem e que implicariam uma grande intervenção, que podia comprometer o automóvel. Como “compensação”, Ricardo aceitou a oferta de uma revisão. Por carta, a Opel confirmou a resolução do caso.

Consulte a lista de pontos-chave a inspecionar num carro usado, dicas para negociar um preço justo e o financiamento e a papelada necessária para registar o carro em seu nome.