Notícias

Bons brancos alentejanos até € 3 para refrescar o verão

21 agosto 2017
vinhos brancos até € 3

21 agosto 2017
A pensar nas refeições das tardes e noites de verão, selecionámos quatro vinhos brancos alentejanos com preços mínimos inferiores a € 3 e avaliação acima de 70 por cento.

Início

No Alentejo, o sol brilha mais forte, há inúmeras praias selvagens e planícies a perder de vista. A região destaca-se ainda pela riqueza cultural e gastronómica, fortemente marcada pelo vinho.

Os Vinhos Regionais pertencem, em teoria, a uma classe inferior, mas podem surpreender. Encontrámos 4 regionais brancos alentejanos que ombreiam com os vinhos de Denominação de Origem. Veja os resultados no menu, em "A nossa seleção".

Ver teste a vinhos

 

A região é constituída por quatro zonas territoriais: Alto Alentejo, Alentejo Central, Baixo Alentejo e Alentejo Litoral. Para a produção de vinho, o Alentejo Litoral foi integrado na área da Península de Setúbal. Há uma vasta área onde é produzido o Vinho com Indicação Geográfica (Vinho Regional). Abrange os distritos de Beja, Évora e Portalegre.

Existem também oito zonas geográficas que se destinam à produção de vinhos com a Denominação de Origem "Alentejo".

O território alentejano é bastante extenso - ocupa cerca de um terço da área total de Portugal Continental - e quase sempre plano. As planícies são interrompidas por pequenas serras, elevações e retalhadas por pequenos cursos de água.
 
Normalmente, os terrenos têm uma inclinação pouco acentuada (com exceção da zona de Portalegre, onde a vinha é cultivada sobretudo nas encostas), com uma exposição dominante a sul. Os solos mais férteis estão reservados para a cultura de cereais, pelo que a vinha ocupa, regra geral, terrenos de fraca capacidade produtiva, na sua maioria de constituição granítica.
 
O clima é temperado, com características essencialmente mediterrânicas: verões quentes, longos e secos e chuvas anuais pouco abundantes. Porém, essas características aliam-se a uma acentuada continentalidade, com amplitudes térmicas razoavelmente elevadas.
 
O Alentejo tem cerca de 3 mil horas de sol por ano, mais intensas nos três meses que antecedem as vindimas, o que contribui para a boa maturação das uvas.
 

Dicas para bem servir

Tire o melhor partido possível dos brancos alentejanos. Siga as nossas dicas para comprar, conservar e servir.

  • Prefira comprar os vinhos em estabelecimentos onde as garrafas estejam deitadas e ao abrigo da luz.
  • Leia bem os rótulos, de modo a certificar-se de que vai comprar o que pretende. Por exemplo, preste atenção ao ano de colheita.
  • Lembre-se de que um vinho com Denominação de Origem não é forçosamente melhor do que um com Indicação Geográfica.
  • Nem todos os vinhos aguentam o mesmo tempo de espera. No nosso teste, encontra a indicação de um período ótimo de consumo durante o qual, em princípio, o vinho manterá as suas qualidades, desde que seja guardado nas condições ideais.
  • Se deseja ter algumas garrafas de reserva, utilize um local escuro, com temperatura constante, de preferência entre 12 e 14 ºC (uma cave, por exemplo). As eventuais oscilações de temperatura não devem ser superiores a 4-5 ºC.
  • O local escolhido para guardar os vinhos não deve ser muito húmido (humidade relativa abaixo de 75%), caso contrário, podem aparecer bolores que danificarão os rótulos e as rolhas.
  • Mantenha as garrafas deitadas.
  • Se não for possível guardar o vinho da forma que indicamos, compre apenas as garrafas que deverá usar brevemente.
  • Sirva os brancos do Alentejo a uma temperatura que ronde os 10 e 12 ºC. Pode colocar a garrafa no frigorífico, por exemplo. Se estiver à temperatura ambiente, serão necessárias cerca de duas horas para que o vinho fique à temperatura ideal.
  • Se quiser medir a temperatura, encontrará à venda vários termómetros para o efeito. Por cerca de € 2 poderá comprar um termómetro de qualidade.
  • Os mais ortodoxos defendem que os vinhos brancos devem acompanhar peixe ou marisco, e os tintos acompanham os pratos de carne. Porém, consideramos que essas regras não são rígidas. A decisão é sua. O vinho deve é ser apreciado por si e pela família e amigos.
  • Depois de retirar a rolha, encha os copos até pouco mais de meio e... saúde!

Os preços mais em conta

Se é subscritor do Guia de Vinhos, registe-se no site para ver os resultados completos do teste a vinhos. No início de setembro incluiremos mais de 250 novos vinhos testados em laboratório e resultados de provas. Não deixe de consultar.

Os subscritores têm acesso a todas as funcionalidades desta ferramenta online e da app DECO Vinhos. Pesquise e compare por cor, região, ano de colheita, marca, entre outros critérios. Nos resultados, apresentamos os preços recolhidos em centenas de lojas tradicionais e online. Como podem variar bastante, indicamos a loja mais barata perto de si.