Dicas

Vinho: provar como um profissional

Prefira copos em forma de túlipa, que retêm melhor os aromas. Nos nossos testes também recorremos a provas de degustação.

Para conhecer a probabilidade de os vinhos agradarem e detetar eventuais defeitos, um júri de profissionais pronuncia-se sobre a limpidez, cor, aroma e sabor de cada amostra. Os provadores nunca sabem que vinhos estão a provar (é a chamada prova cega), para evitar que a marca ou outro elemento tenham influência no resultado final.