Alertas

Botulismo: o que é, como se transmite e como prevenir

02 outubro 2015

02 outubro 2015

Produtos da marca Origem Transmontana estão na origem de quatro casos confirmados de botulismo alimentar. Enquanto a ASAE continua as investigações, saiba o que deve fazer para prevenir esta doença rara que, se não for detetada e tratada a tempo, é potencialmente fatal.

Início

O botulismo é uma doença grave, de evolução aguda, com sintomas digestivos e neurológicos, resultante da ingestão de diversos tipos de alimentos, contendo neurotoxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum. Estas toxinas podem danificar gravemente os nervos e os músculos, por isso, o comunicado conjunto da Direção-Geral da Saúde, Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge não deixa margem para dúvidas: os produtos à base de carne e os queijos da marca Origem Transmontana devem ser retirados dos circuitos de distribuição e comercialização e as pessoas que já os tenham adquirido não devem consumi-los. Pelo menos, enquanto a ASAE continua a investigação não só ao nível da produção, mas também do rastreio dos produtos da marca Origem Transmontana.

Desde 2000, em que foram notificados 31 casos que fizeram parte de três surtos (na região autónoma da Madeira, no distrito do Porto e em Viana do Castelo), Portugal não tem registo de nenhum ano com mais de dez situações identificadas. Mas os quatro casos de botulismo alimentar confirmados laboratorialmente durante este mês de setembro deram o alerta, porque são já superiores ao número de situações registadas em 2013 ou 2012.