Dicas

Mel e chá de ervas podem fazer mal aos bebés

01 novembro 2013
mel e cha de ervasfazem mal ao bebes

01 novembro 2013

Os chás de ervas e o mel, utilizados para acalmar os bebés face a desconforto, dores de dentes ou cólicas, podem desencadear doenças. Conheça as alternativas seguras.

Colocar mel na chupeta de crianças até aos 2 anos ou dar chá de ervas para acalmar os incómodos de uma gripe ou constipação são mezinhas que podem ser perigosas. Recentemente, o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge mostrou que, além do mel, os chás de ervas podem levar ao botulismo infantil. Trata-se de uma doença causada pela colonização do trato intestinal por esporos de neurotoxina da bactéria C. botulinum, bastante comum nestes alimentos. O primeiro sintoma é a obstipação, seguida de fadiga progressiva e falta de apetite, entre outros.

Pelas suas características, o mel não pode sofrer tratamentos térmicos que destruam a bactéria C. botulinum. Também a água quente utilizada nos chás não destrói os esporos da C. botulinum e pode mesmo ativar a sua germinação.

Não arrisque, pois há formas seguras e eficazes de acalmar o bebé. Comece por identificar a causa do choro, entre fome, sede, comichão, frio ou calor ou refluxo. As típicas cólicas são fáceis de reconhecer: são episódios repetidos de choro inconsolável em bebés aparentemente saudáveis, que começam, geralmente, nas primeiras semanas de vida e resolvem-se aos 4 meses. O choro ocorre ao final do dia ou à noite e o bebé dobra os joelhos até ao abdómen, arqueando as costas, enquanto chora.

Neste caso, pegue no bebé ao colo, empurre-o no carrinho ou abane o berço. Dar-lhe um banho quente costuma ajudar, assim como acalmá-lo com a ajuda do chamado ruído branco: o aspirador, o secador de cabelo, a água a correr, entre outros. Se estes truques não resultarem, fale com o pediatra ou com o médico de família, para verificar se não existem outras causas. Mudanças na dieta ou alguns medicamentos podem ajudar.

A maioria das crianças começa a ter dentes a partir dos 6 meses ou mais cedo, a partir dos 4 meses. O nascimento do dentes não causa mal-estar sistemático, mas sintomas moderados e localizados. O bebé morde, baba-se, esfrega as gengivas, chucha no lábio ou esfrega a orelha. Normalmente, mostra-se irritado, com falta de apetite, não dorme ou tem um sono inquieto. Por vezes, surge uma erupção facial e/ou febre (menos de 38°C).

Nesta situação, sugerimos que passe o seu dedo limpo na gengiva da criança para aliviar-lhe o incómodo. Ofereça-lhe um objeto fresco e lavado para morder. Os anéis de dentição saídos do congelador são um exemplo. Às crianças que já começaram a comer alimentos sólidos dê pedaços de fruta e de legumes gelados, como banana ou pepino. Se estas opções não resultarem, fale com o médico.

Géis de salicilato de colina orais são contraindicados devido ao risco de síndroma de Reyes e nada demonstra que resultem. Anestésicos tópicos ou terapias complementares também não são recomendados. Se a criança está frequentemente adoentada, procure o pediatra ou o médico de família, pois pode haver outra causa.