Notícias

Sidra: baixo teor alcoólico mas alto valor calórico

A sidra tem vindo a ganhar mais popularidade junto dos portugueses. Saiba tudo sobre o seu valor calórico e se pode ser uma boa alternativa a outras bebidas alcoólicas.

25 fevereiro 2022
Sidra: baixo teor alcoólico mas alto valor calórico

iStock

A sidra é uma bebida alcoólica com um passado muito antigo. Apresenta um teor alcoólico entre 4 a 6 por cento em volume e é proveniente da fermentação do sumo de maçã.

Portugal não é um país com grande tradição no consumo de sidra. Os mais conservadores torcem o nariz por ser uma bebida ingerida sobretudo pelos mais jovens. Mas a verdade é que a sidra tem registado um claro padrão de crescimento no consumo e, consequentemente, na sua produção. Segundo a Marktest, a procura desta bebida aumentou 66% nos últimos seis anos. Dois terços dos consumidores têm menos de 45 anos, concentrando-se principalmente na faixa etária dos 18 aos 24 anos.

Estima-se que um quinto dos portugueses bebe sidra pelo menos uma vez por ano e esta pode ser uma alternativa a outras bebidas de baixo grau alcoólico, como a cerveja. Na classificação do consumo de cervejas e similares, a sidra encontra-se em segundo lugar, logo a seguir à cerveja tradicional branca. Em Portugal, as marcas com maior destaque são Bandida do Pomar, Somersby e Strongbow.

55 calorias por 100 mililitros de sidra

O álcool e as calorias são indissociáveis: um grama de álcool fornece 7 quilocalorias. No caso das sidras, a maioria das que se encontram disponíveis no mercado apresenta um teor alcoólico de 4,5 por cento em volume, o que significa que contém 4,5 mililitros de álcool etílico (ou etanol) puro em 100 mililitros de bebida. Como 1 mililitro de álcool pesa 0,8 gramas, isso justifica os 3,6 gramas de álcool por cada 100 mililitros. Ou seja, resulta em 25 quilocalorias por 100 mililitros de sidra.

Para além do álcool, deve considerar também os açúcares. Existe uma razão média de 7,5 por cento de açúcar numa sidra. Cada grama de açúcar tem um potencial energético de 4 quilocalorias. Portanto, em 100 mililitros de bebida, está a ingerir mais 30 quilocalorias.

A soma de ambas as quantidades dá um total de 55 quilocalorias por 100 mililitros. Tendo em conta que a generalidade das garrafas comercializadas em Portugal contém 33 centilitros (330 mililitros) de sidra, isso corresponde a cerca de 180 calorias por garrafa.

Como se obtém a sidra?

Na elaboração artesanal, as maçãs são esmagadas libertando um mosto muito açucarado. Do prensado da polpa obtêm-se mostos mais secos, que são misturados para equilibrar a acidez e os açúcares, sendo depois encaminhados para grandes barricas, onde fermentam em duas fases:

  • a fermentação alcoólica, onde os açúcares são transformados em álcool e dióxido de carbono;
  • a fermentação secundária (ou malolática) que pode durar até meio ano, dependendo do tamanho da barrica.

Posteriormente, procede-se ao engarrafamento. Consoante os açúcares e o dióxido de carbono existentes, a doçura e o gás da bebida podem variar, não sendo necessário incorporá-los no processo produtivo.

Mas as sidras que usualmente consumimos são feitas de forma mais sofisticada. A maioria elabora-se a partir de concentrados de maçã que fermentam em grandes depósitos de aço inoxidável. Os mostos são corrigidos em açúcar, adicionando-se licores, e são submetidos a tratamentos como a adição de sorbatos ou sulfitos para evitar o desenvolvimento de microrganismos. Pasteurizam-se e imediatamente antes de serem engarrafados é incorporado dióxido de carbono de origem não natural.

Alguns dos principais produtores mundiais encontram-se na Europa, entre eles a nossa vizinha Espanha. Há uma larga tradição no norte espanhol em relação a esta bebida, com destaque para Astúrias e País Basco, onde se produz 70% e 20%, respetivamente, da sidra. Isto deve-se, em parte, à grande variedade e quantidade de maçãs produzidas nessas zonas.

Qual a composição da sidra?

Cada produtor pode ter processos de fabrico diferente. Em geral, a sidra contém água, açúcar, sumo de maçã concentrado (ou mosto de maçã), dióxido de carbono, alguns aditivos e aromas.

Na lista de aditivos podem constar acidificantes (ácido cítrico ou málico, naturalmente presentes em alguns frutos), antioxidantes (ácido ascórbico ou vitamina C) ou sulfitos, que podem causar reações alérgicas. Há produtores que recorrem a conservantes como os sorbatos ou corantes como caramelos, o que justifica a cor acastanhada da sidra.

Consulte a nossa base de aditivos para distinguir os aditivos seguros dos suspeitos.

A sidra é uma alternativa saudável a outras bebidas alcoólicas?

Gostos não se discutem, mas é importante ter alguns aspetos em consideração. Comparando a sidra com outras bebidas alcoólicas, esta consegue ser mais calórica do que a cerveja. Esta última, com a mesma capacidade de uma garrafa de sidra (330 mililitros) fornece 105 quilocalorias, ou seja, menos 75 quilocalorias. E, apesar do seu sabor doce e refrescante, lembre-se de que a sidra continua a ser uma bebida alcoólica. A diferença do teor alcoólico entre uma cerveja e uma sidra não é muito significativa – em média 0,5 por cento em volume. Compare as calorias da sidra com outras bebidas alcoólicas:

  • sidra (garrafa de 330 ml): 180 kcal;
  • cerveja (garrafa de 330 ml): 105 kcal;
  • espumante bruto (flute de 150 ml): 105 kcal;
  • espumante meio-seco (flute de 150 ml): 125 kcal;
  • vinho branco seco (copo de 200 ml): 140 kcal;
  • sangria (copo de 200 ml): 150 kcal.

Lembre-se de que deve beber sempre com moderação. Aprenda a controlar os excessos e opte por consumir água para se manter hidratado.

 

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.