Notícias

Se a curgete tem altos e baixos no preço, há alternativas

06 março 2017

06 março 2017
Batata-doce, chuchu e couve-flor são alternativas nutricionais muito mais baratas do que a curgete, cujo preço por quilo oscila bastante, chegando a rondar os € 6 nas épocas mais frias. Atualmente, já a encontramos a 2,79 euros.

Entre dezembro e janeiro últimos, o preço da curgete disparou e, como se trata de um legume que entrou nos hábitos lusos, muito se falou desse facto. Uma das razões parece ter sido a vaga de frio que atingiu Portugal, Espanha e outros países de onde a importamos. Na altura, encontrámo-la a granel a € 5,99 por quilo, um preço digno de um ingrediente gourmet. Entretanto, os preços desceram para números considerados normais. Na última ronda que fizemos pelas lojas, o preço tinha descido, num intervalo entre € 1,39 e 2,79 euros. Apenas as biológicas continuam mais caras, a cerca de € 5 por quilo. 

Pouco calórica, a curgete é muito usada em sopas e em pratos principais para substituir a batata. Também se assa ou se cozinha em forma de tagliatelle. Se é verdade que contém um elevado teor em água, assim como quantidades interessantes de potássio, magnésio e ferro, e vitamina B9 (ácido fólico) e vitamina C, podemos variar a dieta. A batata-doce, por exemplo, contém propriedades igualmente interessantes e, por quilo, só custa entre 0,85 e 2,50 euros. Mais: contém vitamina A e C, cálcio e fibra e o índice glicémico é mais baixo, ou seja, a subida do açúcar é mais lenta, uma vantagem sobretudo para quem quer perder peso.

 

Please fill the source and the alt text   
A variedade nutricional dos legumes oferece margem para substituir a curgete por outros mais baratos.
  
 Com vitamina C, fibra e poucas calorias, a couve-flor é outro legume que substitui a curgete, oscilando entre € 1,19 e € 3,50 por quilo. De sabor suave, tal como a curgete, o chuchu também é rico em fibras e tem baixo teor calórico. Contém ainda vitaminas A, B e C, bem como fósforo, ferro e cálcio. Por quilo de chuchu, paga a partir de 1,69 até 3,99 euros.

Imprimir Enviar por e-mail