Notícias

Rótulo dos alimentos: guia para escolher bem

Hidratos de carbono: o combustível de eleição

Ao contrário das proteínas e das gorduras, os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do organismo e queimam-se com muita facilidade. Por isso, consumir regularmente alimentos que os contenham é benéfico para a saúde. Existem dois tipos de hidratos de carbono: os simples (como o açúcar) e os complexos (pão, cereais ou massas).  

Os hidratos de carbono complexos têm uma absorção e uma subida do açúcar no sangue mais lenta, o que nos dá uma sensação de saciedade mais prolongada. Deve optar por estes, em vez dos hidratos de carbono simples.

Os hidratos de carbono simples, como os açúcares, conferem aos alimentos um sabor açucarado, semelhante ao açúcar que utilizamos para adoçar os alimentos. Convém recordar que muitos alimentos que ingerimos só contêm açúcar adicionado (pastelaria, aperitivos doces, refrigerantes, etc.) e são muito pobres em nutrientes, ao contrário do leite ou da fruta que têm açúcares naturalmente presentes. Por isso, é vulgar afirmar-se que fornecem apenas as chamadas calorias "vazias".

  • Prefira pão e cereais integrais ao pequeno-almoço e às refeições.
  • Escolha massa, arroz e batatas às refeições.
  • Coma leguminosas (lentilhas, feijão, etc.) de forma regular às refeições.
  • Inclua fruta e verduras em todas as refeições.
  • O açúcar é essencial para o funcionamento do organismo. Não o elimine por completo da sua alimentação, tente apenas controlar o consumo. Limite o consumo de produtos açucarados (pastéis, bolos, mel, açúcar, aperitivos doces, chocolate, bebidas açucaradas, etc.).
  • A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou uma redução do consumo de açúcar em cerca de 10 por cento. No entanto, se a redução for abaixo dos 5% (cerca de 25 g) já traz benefícios para a saúde.