Notícias

Ovos de chocolate: as melhores opções para a Páscoa

Provámos 17 ovos de chocolate para a Páscoa. Seis das marcas analisadas passaram com 5 estrelas na prova de degustação. Descubra as melhores opções.

  • Dossiê técnico
  • Sofia Mendonça e Susana Costa Nunes
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
12 abril 2019
  • Dossiê técnico
  • Sofia Mendonça e Susana Costa Nunes
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
ovo chocolate

iStock

Com a chegada da Páscoa, os supermercados enchem-se de várias sugestões de doces, sobretudo amêndoas e ovos de chocolate. Como estes costumam ser mais apelativos para os mais pequenos, submetemos 17 ovos de chocolate à prova para ajudar os padrinhos na escolha. Avaliámos cada marca numa escala de uma a cinco estrelas e ordenámos os ovos de chocolate pela pontuação final, tendo em conta os critérios da prova de degustação.

As opções são variadas, com ou sem brinde. Pela prova de degustação concluímos que há sugestões muito boas: seis marcas obtiveram a pontuação máxima de cinco estrelas. Mas a qualidade paga-se e, nestes casos, terá de abrir os cordões à bolsa.

Ferrero Rocher, Baci, Lindt, Guylian, Jubileu e Regina são as marcas que se destacam, com preços a rondar os 10 euros por ovo de chocolate. No caso da marca Lindt, pode mesmo chegar aos 18 euros.

Se procura alternativas boas a preços mais baixos, encontrámos dez marcas que não ultrapassam os € 7 por ovo e que reuniram quatro estrelas na prova de degustação. Destas, três ainda aliam uma boa relação qualidade/preço: Fantasy (€ 1,99), Choco Star (€ 2,49) e Jacquot (€ 3,10). Apenas dois ovos (Kinder e Pintarolas) se ficaram pelas três estrelas na nossa prova.

Apesar de as opções serem boas, as calorias por ovo são muitas: por cada 100 gramas, os ovos de chocolate têm cerca de 550 kcal (o da Ferrero Rocher chega às 625 Kcal).

As calorias advêm, principalmente, do elevado teor em açúcares que, em média, está presente em quantidades que rondam os 55 g por cada 100 g de produto. O teor em lípidos (ou gorduras) também é considerável, rondando, em média, os 32 g por cada 100 g, o que contribui igualmente para o valor calórico.

Dada a riqueza nestes dois nutrientes, os ovos de chocolate devem ser consumidos com moderação.

Quer ver os resultados da prova de degustação? Se já tem conta no site, clique aqui para aceder ao conteúdo exclusivo.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.