Notícias

Como descodificar rótulos que podem induzir em erro

Processo de fabrico às claras

Graças ao reforço das medidas da rotulagem, torna-se cada vez mais difícil aos fabricantes induzirem o consumidor em erro relativamente aos ingredientes ou aos métodos de fabrico usados. As seguintes menções devem aparecer na rotulagem:

  • "Descongelado" para os alimentos previamente congelados e vendidos descongelados, como nas peixarias, por exemplo. Tal só não é obrigatório quando a congelação é necessária no processo de fabrico ou se tal não prejudicar a segurança ou qualidade do alimento;
  • "Data de congelação" para a carne, preparados de carne e produtos de pesca congelados não transformados;
  • "Adição de água" deve ser referida na lista de ingredientes dos produtos cuja quantidade de água represente mais de 5% do seu peso final. Nos produtos à base de carne e preparados de carne, bem como nos produtos de pesca e produtos de pesca transformados, esta menção é sempre obrigatória, independentemente da percentagem de água adicionada;
  • Sempre que uma peça de carne ou de peixe é composta por várias peças combinadas deve mencionar: "Elaborado a partir de peças de carne" ou "Elaborado a partir de peças de peixe";
  • "Não comestível" caso a tripa que envolve o enchido não seja comestível.
  • Menções como "descongelado" ou "elaborado a partir de peças de carne/peixe" são obrigatórias na rotulagem.