Guia de compras

Ovos: guia de compras

09 fevereiro 2018
ovos

09 fevereiro 2018
Os ovos requerem cuidados de conservação. Verifique se ainda estão frescos, quando se aproximar o final da data de validade.

Não lave os ovos. Faça-o apenas antes de os utilizar. Guarde os ovos no frigorífico. As variações de temperatura são de evitar. Por isso, se a temperatura ambiente for elevada, coloque-os numa zona fresca da casa e só depois no frigorífico. A ponta mais fina deve ficar voltada para baixo. Um ovo perde mais rapidamente a frescura estando um dia à temperatura ambiente do que uma semana no frigorífico. 

Respeite a data de durabilidade, que não pode exceder o prazo de 28 dias após a postura. Uma casca intacta é um critério de escolha. Os ovos também não devem estar sujos.

Gaiola, solo e ar livre

O modo de criação dos animais é um critério para a sua compra? A oferta permite escolher, já é variada nas grandes superfícies. Os ovos mais comuns têm origem em galinhas engaioladas em permanência, confinadas a espaços muito restritos. As galinhas criadas no solo não vivem em gaiolas, mas em pavilhões que, embora fechados, lhes permitem movimentarem-se mais ou menos livremente. Já na criação ao ar livre, as galinhas, embora vivendo em pavilhões, acedem, em certos períodos, a espaços ao ar livre.

Como identificar ovos frescos

É simples e prático avaliar a idade do ovo, mesmo sem o partir. Basta mergulhar em água. Os velhos flutuam, justamente porque a quantidade de ar no interior aumentou. O ovo velho tem a casca mais lisa e com um certo brilho, diferente da casca de um ovo novo, áspera e opaca. Quando aberto, um ovo fresco não tem praticamente cheiro. A clara, límpida e translúcida, revela uma consistência gelatinosa. A zona que envolve diretamente a gema mostra-se firme e espessa e a parte exterior mais estreita e fluida. A gema é saliente. Se a clara estiver fluida e a gema achatada - normalmente, não se desfaz quando se abre um ovo fresco -, provavelmente o ovo está envelhecido.

A cor da casca e da gema é importante?

Não. A cor da casca e da gema é uma característica secundária, com a qual não se deve preocupar, pois não conta para o valor nutricional do ovo. A cor da casca parece depender da raça das galinhas. No entanto, a casca branca tem a vantagem de ser mais sólida e menos permeável, facilitando a conservação. A cor da gema depende da alimentação dos animais, que, quando tem por base o milho ou rações com corantes, se torna mais amarela. As mais amarelas são muito do agrado dos fabricantes de bolos: permitem-lhes confeções mais coloridas, economizando ovos.

Imprimir Enviar por e-mail