Dicas

Guia rápido para uma sopa aconchegante

21 fevereiro 2019
Completa, nutritiva, saudável, fácil de preparar e barata, a sopa deve ocupar um lugar de honra na refeição.

21 fevereiro 2019
Sabia que a sopa é fácil de digerir por ser cozinhada a altas temperaturas? E que só a deve temperar no fim? Conheça os benefícios deste alimento tradicional e os cuidados a ter para não “deixar o caldo entornado”.

Preparar e conservar sem riscos

Os ingredientes são decisivos para a qualidade da sopa. É importante verificar a cor, cheiro e aspeto dos legumes e usá-los o mais cedo possível após a compra, pois começam a perder vitaminas assim que são colhidos. Lave-os bem, em água corrente, antes de os descascar, para remover a sujidade e outros contaminantes. Os legumes congelados também são uma boa opção.

A higiene pessoal e da cozinha são importantes. Lave sempre as mãos quando manipular alimentos e depois de ir à casa de banho. Mantenha a cozinha sempre limpa e desinfetada e não use utensílios sem os lavar cuidadosamente. Assim, é possível evitar a transferência de substâncias ou microrganismos de alimentos eventualmente contaminados, como os legumes cortados, para outros alimentos.

A sopa pode ser conservada no frigorífico, num recipiente fechado, por três a cinco dias. Para arrefecer mais rapidamente a sopa, e evitar as toxi-infeções alimentares, pode dividi-la em doses mais pequenas antes de a colocar no frigorífico.

Se quiser congelá-la, faça-o o mais depressa possível. A descongelação deve ser feita em lume brando, banho-maria, no micro-ondas ou no frigorífico, mas nunca à temperatura ambiente.

Se não for consumir a sopa nos dias seguintes à confeção, congele-a já repartida em doses individuais, para não descongelar mais do que irá consumir.

Quando reaquecer a sopa (no fogão ou micro-ondas), deixe-a ferver. Se apresentar espuma ou pequenas bolhas, é provável que já não esteja em condições. Nesse cenário, é também frequente que exale um ligeiro odor azedo.