Dicas

Fruta desidratada é um snack saudável

A fruta desidratada é equivalente à fruta fresca, sem adição de açúcar. Deve comer com moderação, mas tem menos gordura e sal do que outros snacks.

01 agosto 2019
maca desidratada

João Ribeiro

Obtidas a partir da fruta fresca, sem qualquer adição de açúcar, as frutas desidratadas têm um sabor mais intenso e adocicado. São um snack saudável para comer com moderação. Como a fruta é desidratada, os nutrientes concentram-se e, por essa razão, o valor calórico aumenta. Convém, por isso, perceber as diferenças entre os dois tipos de fruta e ajustar a porção a ingerir.

A desidratação é um método de conservação dos alimentos baseado na redução da água de constituição dos alimentos. Como a água é o principal constituinte da fruta (75-95%), ao ser eliminada vai provocar o aumento da concentração de todos os outros nutrientes, nomeadamente, os hidratos de carbono simples, como a frutose, que são o segundo maior constituinte presente na fruta (8-10%). É por esta razão que as frutas desidratadas têm um intenso sabor a doce. Neste processo, a gama de temperatura utilizada, assim como o tempo de exposição ao calor, condiciona as perdas vitamínicas. A vitamina C deverá ser um dos nutrientes que sofre maior perda devido à sua termosensibilidade.

1 maçã fresca = 20 g de maçã desidratada

De acordo com a recomendação da Nova Roda dos Alimentos, uma porção de fruta fresca corresponde a uma peça de fruta de peso médio de 160 gramas. Retirando casca e caroço, obtemos cerca de 140 g, em média. Em termos nutricionais, 140 g de maçã fresca correspondem a 75,6 kcal e 17,8 g de hidratos de carbono. Ao comer 20 g de maçã desidratada está a fazer uma escolha saudável, ingerindo 70,5 kcal e 15,6 g de hidratos de carbono.

Analisámos quatro marcas: Frubis (com duas versões, a maçã verde e a vermelha), Fruut (nas versões maçã vermelha e maçã crispy), NatureFoods e Dennree. Não se verificam diferenças significativas ao nível dos três macronutrientes (hidratos de carbono, proteínas e gordura) e do aporte energético:

Frubis Maçã Vermelha – 72 kcal
Frubis Maçã Verde – 69 kcal
Fruut Maçã Vermelha – 71 kcal
Fruut Maçã Crispy – 73 kcal
NatureFoods – 72 kcal
Dennree – 66 kcal  

maca desidratada
20g de maçã desidratada custam € 0,79, enquanto os pacotes de 50g e 90g variam entre € 3,29 e 3,69 euros.

Atualmente, as marcas fizeram crescer a oferta e já pode encontrar outras frutas disponíveis, como maçã verde, ananás, coco, entre outras. 

As frutas desidratadas são fáceis de transportar e, por estarem embaladas, também apresentam uma validade alargada. Para os apreciadores de texturas, a fruta desidratada caracteriza-se por ser mais crocante em relação à fruta fresca.

Não devendo substituir a fruta fresca, este tipo de fruta é um complemento interessante na nossa dieta, mas a regra é variar e ter atenção às doses. Uma das vantagens da fruta desidratada é durar mais tempo, pelo facto de lhe retirarem grande parte da água, muito responsável pela deterioração dos alimentos. Apesar de prático, os preços diferem bastante: uma maçã custa cerca de 10 cêntimos, mas 20 g de maçã desidratada atingem quase 1 euro.

Também pode fazer fruta desidratada em casa. Com uma faca afiada ou com uma mandolina, corte a maçã (também funciona com batata-doce) em rodelas finas. Disponha-as, após lavadas e secas, num acessório de desidratar, sem sobrepor. Também pode colocar as rodelas num papel vegetal no prato do micro-ondas.

Leve ao micro-ondas entre 5 a 8 minutos e selecione 600 W de potência. A meio do tempo, vire-as. Têm de ficar secas e estaladiças. Aguarde cerca de 1 minuto antes de servir.

Sal: 40 vezes mais nas tiras de milho

Face a outros snacks, como tiras de milho fritas, milho frito, tortilha ou palitos cocktail salgados, as diferenças são consideráveis. Os dois primeiros, em particular, são muito mais calóricos, devido à riqueza em gordura, da qual cerca de metade é saturada. Também o teor em sal é elevado, cerca de 40 vezes mais. Quanto aos palitos cocktail de sal, apesar do valor calórico ser semelhante, pecam pelo facto de contribuírem com mais gordura e, sobretudo, mais sal: cerca de 200 vezes mais. 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.