Dicas

Especiarias: preservar a cor e o perfume

21 setembro 2011

21 setembro 2011

Luz, calor e humidade são inimigas da boa conservação das especiarias. Tenha atenção ao odor e à cor.

Portugal integra a lista do conjunto de países europeus que mais aprecia condimentos, especiarias e ervas aromáticas, após o Canadá, Estados Unidos da América e México. Na maioria, as especiarias são originárias da Índia, China e Tailândia.

Boa conservação em casa
Evite as especiarias moídas. Além de a conservação ser mais difícil, o produto perde sabor e aroma ao longo do tempo. Opte, por exemplo, pela pimenta em grão.

Fique atento à cor. Esta deve manter um tom vivo. Evite especiarias com odor a mofo e grãos poeirentos e partidos.

Compre pequenas quantidades. Caso contrário, arrisca-se a que as especiarias envelheçam nas prateleiras da cozinha.

Conserve-as em recipientes herméticos ao abrigo da luz, do calor e da humidade. Não introduza colheres húmidas no recipiente das especiarias, nem despeje diretamente os temperos em tachos fumegantes.

Esteja atento ao cheiro das especiarias, por exemplo, a bolor. Se, em casa, detetar aromas desagradáveis, reclame junto do estabelecimento onde comprou a especiaria.