Dicas

Descodifique promessas de produtos light e companhia

01 fevereiro 2018
alegacoes_alimentares

01 fevereiro 2018
Light, sem açúcar, valor energético reduzido ou baixo teor de gordura são alegações nutricionais que encontramos em diversos produtos. Explicamos o que significam e quando podem ser usadas.

Início

Um produto só pode incluir a menção light se tiver uma redução de, no mínimo, 30% de determinado nutriente face ao produto tradicional e se indicar a característica que o torna light (menos açúcar, gordura, etc.). Por exemplo, a coca-cola light deve ter, no mínimo, 30% menos açúcar do que a normal.

Mas nem todos os produtos light valem a pena. É o caso das batatas fritas: apesar da redução do teor de gordura, não se obtém uma diminuição calórica significativa, por se tratar de um produto altamente gordo.

Leia com atenção a declaração nutricional dos produtos e consulte a lista de ingredientes. Dependendo do produto, a redução calórica consegue-se pela diminuição da gordura ou porque os açúcares são, regra geral, substituídos por edulcorantes. Neste último caso, apesar de alguns edulcorantes apresentarem um valor calórico nulo ou quase nulo, como os edulcurantes intensos, isto não acontece com outros, como os poliois. Além disso, é preciso cuidado para não ultrapassar as doses diárias admissíveis. Sendo o limite calculado em função do peso, as crianças devem limitar o consumo de edulcorantes, pois atingem mais depressa a dose máxima.


Imprimir Enviar por e-mail