Como testamos

Arroz de pato: como testamos

20 abril 2020
porção de arroz de pato com uma rodela de chouriço

Realizámos exames laboratoriais, para analisar a origem das calorias e as condições de higiene e conservação, verificámos a informação dos rótulos e degustámos as amostras.
Comprámos e enviámos para laboratório 15 amostras de arroz de pato congelado, vendido pré-embalado.  Em laboratório, pesámos as marcas testadas e comparámos os valores com o peso anunciado. Além disso, pesámos e separámos os ingredientes para estimar a quantidade de carne.

Analisámos os rótulos, para verificar se cumprem a legislação e outros parâmetros que, embora não constem na lei, são elementos valiosos para o consumidor, como o número de porções por embalagem, a informação nutricional por porção e por 100 gramas e a data de fabrico.

Para avaliar a composição nutricional, realizámos análises: teor de humidade, de proteína, lípidos (gordura), hidratos de carbono e cinzas (minerais). Algumas determinações analíticas  e cálculos permitiram-nos conhecer a proveniência das calorias e o valor energético.

Determinámos a quantidade de sal. Apesar de desempenhar um papel importante no paladar dos alimentos - estamos entre os países da União Europeia que mais o consomem -, a ingestão excessiva tem sido relacionada com o aumento de pressão arterial, cancro do estômago e doenças cerebrovasculares. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha uma ingestão diária inferior a 5 g, o equivalente a cerca de uma colher de chá. 

Verificámos ainda a quantidade de ácidos gordos saturados. Presentes na nossa alimentação, devem ser mantidos tão baixos quanto possível. A OMS não recomenda que forneçam mais de 10% da energia. Existe uma boa evidência que estes aumentem o colesterol sanguíneo, em especial o designado mau colesterol, o que pode contribuir para o desenvolvimento de doenças cardíacas.

Realizámos análises microbiológicas, para detetar prováveis problemas de higiene e conservação: contagem de microrganismos a 30°C, Enterobacteriaceae, E. coli, Listeria monocytogenes, Estafilococos coagulase positiva, Bacilus cereus e bolores, leveduras, e ainda a pesquisa de Salmonella spp. Em quantidades elevadas, alguns destes microrganismos podem causar toxi-infeções, um importante problema de saúde pública.

Um painel de comensais deu o seu parecer sobre a aparência, o odor, a textura e o sabor do arroz de pato em teste, preparado de acordo com as indicações nos rótulos. A prova foi anónima.

O preço é também um importante fator de escolha, pelo que uma equipa de analistas de mercado recolheu os preços dos produtos testados em todo o País. Com este dado, é-nos possível nomear as Escolhas Acertadas (produtos com a melhor relação entre a boa qualidade e o preço) e revelar as lojas mais baratas.
 

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.