Alertas

Alli e Xenical: folheto com aviso para risco no fígado

23 junho 2010 Arquivado

23 junho 2010 Arquivado

A entidade que controla alimentos e medicamentos nos Estados Unidos alerta para a ocorrência rara de lesões no fígado em pessoas que tomam Alli e Xenical, medicamentos para emagrecer.

A Food and Drug Administration (FDA) prepara a revisão dos folhetos com os fabricantes do Alli e Xenical, após identificar 13 casos de lesões graves no fígado em indivíduos que tomavam o Alli. O princípio activo deste fármaco é o orlistato, o mesmo do Xenical.

Apesar de a relação entre o orlistato e lesões no fígado não estar estabelecida, a FDA, perante a gravidade do possível efeito secundário, decidiu rever os folhetos. Os sintomas de uma lesão no fígado incluem comichão, olhos ou pele amarela, urina escura, fezes claras ou perda de apetite. Se toma estes medicamentos e sofrer algum destes sintomas, consulte de imediato o seu médico.

O Xenical possui 120 mg de orlistato e só pode ser vendido com receita. Já o Alli, com 60 mg de orlistato, pode ser adquirido sem prescrição. E, muitas vezes, também sem controlo, como denunciámos no último estudo.

Na nossa investigação, verificámos que, em 43 locais, o Alli foi vendido a pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) 21. Este medicamento é recomendado apenas a quem tem um IMC igual ou superior a 28, que corresponde a excesso de peso.

O Alli é contra-indicado em grávidas ou mulheres a amamentar. Quem toma anticoagulantes ou contraceptivos também não deve recorrer ao medicamento. O mesmo é válido se foi sujeito a um transplante ou possui colesterol elevado.