Universo DECO:
Dicas

Caixas de plástico para microondas: atenção aos símbolos

18 Abril 2012
Caixas de plástico para microondas: atenção aos símbolos

As caixas de plástico com indicação para microondas são seguras, mas consulte o manual de instruções para uma boa utilização.

Plástico ou pirex: prós e contras
As caixas de plástico para microondas são leves e resistentes, absorvem pouca energia e são baratas: algumas custam menos de 1 euro. Não servem para cozinhar, são mais difíceis de limpar e deterioram-se mais depressa do que o pirex. Alguns alimentos podem manchar o plástico e libertar odores. Para aquecer preparações com tomate, cenoura, molhos gordurosos ou açúcar, prefira recipientes de vidro ou pirex.

Os recipientes em pirex podem ser usados para cozinhar, são fáceis de limpar e não há risco de adquirirem a cor e odor de certos alimentos, mesmo quando muito utilizados. Além disso, podem servir de travessa à mesa. Mas são mais caros, pesados e frágeis do que as caixas de plástico.

Verifique os símbolos
Nunca use no microondas caixas de plástico sem indicação para esse fim, sob pena de se deformarem ou libertarem substâncias tóxicas para os alimentos. Verifique, por isso, os símbolos. Verifique também se o material é indicado para a máquina de lavar loiça, para o frigorífico ou congelador.
Esta informação reconhece-se pelos símbolos ou temperatura admissível inscritos na própria caixa ou num folheto ou etiqueta que a acompanha.

Os modelos quadrados e rectangulares são mais fáceis de arrumar no frigorífico, congelador ou armários.

Regra geral, não se consegue uma boa distribuição da temperatura quando se aquece os alimentos no microondas. Mas este problema resolve-se misturando bem os alimentos.


X